Arquivo da categoria: Verso

In-útil

Um livro guardado na estante em branco. Desperdício. Mancha na alma peso na mente… Sem ler sem escrever Expert em criar mofo.

Publicado em Minhas fumaças, Verso | 1 Comentário

Febre! Depois de quase um ano sem postar, hoje tá merecendo até dois posts! (sem nome) Patriotismo singular bairros são estados cada bar uma cidade cada puteiro uma capital. Imensa só não mais que um letreiro que uma procissão, verdadeiro … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Minhas fumaças, Verso | Deixe um comentário

Merda boia

nunca entendi esse gosto estranho pelo mar… com tanta gente boiando por aí mais parece o quinto dos infernos.

Publicado em Literatura, Minhas fumaças, Verso | 1 Comentário

nos túneis…

Caminhar a rua, vontade mais de engatinhar altas árvores cinzentas se fecham quase más. Sem sol só a mortidão do piche e o falso conforto do meio fio. Caminho desce e desce mais cava túneis na escultura da cidade. Rua … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Minhas fumaças, Verso | Deixe um comentário

Voltarei…

Vou já, saindo agora quem sabe mais tarde passo por lá trânsito do cacete. Nem fui, metro lotado busão quebrado vou na próxima. Agora eu vô “aluga um barco que cai o mundo” chego amanhã Fui, to lá se for … Continuar lendo

Publicado em Minhas fumaças, Verso | Deixe um comentário

De papel

E lá o barquinho ia água sujeira rato Vida pelo ralo com o azedo do dia Sonho da criançada piloto astronauta mendigo na esquina um mijo na calçada Comédia diária pega-pega ta com você polícia vira bandido bandido é chefão … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Minhas fumaças, Verso | 1 Comentário

Pessimismo

Esse tempo loucodia ou outrome enlouquece…

Publicado em Minhas fumaças, Verso | Deixe um comentário